OLÁ! PODEMOS TE AJUDAR?

Deixe seus dados. Faremos contato em breve!

Onde estamos

Empresa

Rua Leandro Martins da Costa, 89 Limoeiro, Caratinga, Minas Gerais.
CEP:35300-107.

Outubro Rosa: equipe VersaTEC reunida por uma causa nobre

Para o Brasil, são estimados quase 60 mil novos casos de câncer de mama só em 2019, segundo informações do INCA (Instituto Nacional do Câncer). Consciente desta realidade, a equipe da VersaTEC está unida para apoiar iniciativas relacionadas ao Outubro Rosa.

“Outubro deve ser um mês dedicado a dar uma pausa na rotina, olhar para si e para a saúde daqueles que amamos. A prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama precisam ser prioridade e salvam vidas. Além disso, quanto mais falamos no assunto, mais sabemos lidar com a doença e mais encontramos apoio”, explicou a analista de Recursos Humanos da VersaTEC, Camilla Tonello.

Camilla esclareceu ainda, que hoje a equipe da VersaTEC é predominantemente masculina, e embora não seja muito abordado, o câncer de mama também acomete homens. “Este tipo de câncer é raro, representa somente 1% da ocorrência da doença. Porém, mesmo nesses casos, quanto mais cedo o diagnóstico, maior a chance de cura,” afirmou.

Principais sinais e sintomas  (informações do INCA):

Caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja, alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços (axilas).

O INCA informa ainda que não há uma causa única para o câncer de mama. Diversos agentes estão relacionados ao desenvolvimento da doença entre as mulheres, como: envelhecimento (quanto mais idade, maior o risco de ter a doença), fatores relacionados à vida reprodutiva da mulher (idade da primeira menstruação, ter tido ou não filhos, ter ou não amamentado, idade em que entrou na menopausa), histórico familiar de câncer de mama, consumo de álcool, excesso de peso, atividade física insuficiente e exposição à radiação ionizante.

Crédito Fotos: Guilherme Magalhães 

Comentários